Samba do Improviso

Canção gravada por Jonga em seu quarto disco solo intitulado “Batuquê du Zambô” (2011). Letra e música: Jonga Lima, Luís Carlinhos e André Sah.

 

Na hora de cantar

Esqueci a letra

Vamo improvisar

Vai dar tudo certo

 

É só soltar a voz

Segue o andamento

Atitude jazz

Ri desse momento

 

É só não dá bandeira que esqueceu

Que o errado às vezes vira arranjo

Faz do defeito um efeito e ninguém viu

 

Tropeçou, balançou, mas não caiu

Tropeçou, balançou…

 

 

 

 

 

Anúncios

Flor do Vale (Muda de Bananeira)

Letra de uma canção que faz parte do terceiro disco de Jonga Lima intitulado “Terra Que Berra”, gravada e dedicada ao Vale do Capão, na Chapada Diamantina, em 2000. Letra e Música: Jonga Lima.

 

Fui pegar muda de bananeira

nos Gatos, na roça do meu amigo Ném

Mas que boa vontade esse indivíduo tem

Experimente uma amizade bonita

Com essa gente querida, Caeté-açú, meu amor

 

Um povo forte e sempre disponível a uma ajuda amiga

A uma mão que acolhe, a uma voz que encanta

A um gesto simples de amor

Experimente uma amizade bonita

Caeté-açú, meu amor

 

O que me intriga é perceber porque em toda parte

Há um montão de gente se achando importante

Mas que só pensa em si

No corre-corre do dia-a-dia

Não encontra tempo para estender uma mão amiga

 

E dizem por aí que tempo é dinheiro

E que dinheiro é poder de vencer na vida

De comprar alegria, conforto e prazer

Mas tudo isso para mim só tem o seu valor

Se você reparte o seu amor,   Caeté-açú

 

Mata-grande, Caeté-açú

Flor do vale do capão, Caeté-açú

Nas montanhas da Bahia vou viver com meu amor.